imagem-
14-09-2020 Presidente da República garante respeito do ciclo das eleições gerais

Em declarações à imprensa, após inaugurar o novo Hospital Provincial do Bié "Dr. Walter Strangway", o Chefe de Estado assegurou que Angola realiza as eleições gerais, a cada 5 anos, que resulta na eleição do Presidente da República e dos deputados à Assembleia Nacional (AN).

"O país entrou numa rotina em que, em cada 5 anos, faça sol ou chuva, haverá eleições gerais", enfatizou  o Chefe de Estado angolano.

Questionado sobre a provável criação de uma Frente Patriótica, pela oposição política, para concorrer as próximas eleições gerais, o Presidente indicou que os partidos políticos estão no seu direito de “chamar os amigos e vizinhos" para ajudarem a derrotar o adversário.

Sobre as Autarquias

Sobre as eleições autárquicas, o Presidente João Lourenço reafirmou que o Conselho da República considerou não haver condições para a realização das mesmas este ano, em virtude de algumas condições prévias não estarem totalmente concluídas.

Disse, a título de exemplo, do registo eleitoral oficioso e sobre o pacote legislativo autárquico, que estão por concluir.

Reconheceu que a Assembleia Nacional fez um esforço em aprovar parte do pacote legislativo autárquico, que vai dar suporte à realização das primeiras eleições autárquicas em Angola.

Lembrou que só com a aprovação de todas as leis do referido pacote, o Titular do Poder Executivo estará em condições de, depois de auscultar as forças políticas e a sociedade, convocar as eleições autárquicas.

Segundo o Chefe de Estado, "todos estão a trabalhar afincadamente no sentido de reunir as condições que tornarão possível a realização das autarquias".

 

Fonte:Angop