imagem-
26-04-2021 Em perspectiva fórum de concertação entre Angola e Namibia

Autoridades angolanas e namibianas recomendaram nessa sexta-feira (23), na cidade do Lubango, província da Huíla, a criação de um fórum das províncias transfronteiriças dos dois países para tratar de assuntos de interesse das partes.

Essa recomendação saiu do primeiro encontro de governadores das províncias do Namibe, Cunene e Cuando Cubango, incluindo a Huíla (Angola), assim como Omusati e Ohangwena (Namíbia), no âmbito da 21ª reunião bilateral de Angola e Namíbia.

 No encontro, as partes analisaram questões pontuais relativas ao combate à  praga de gafanhotos, prevenção e combate a covid-19, transumância de gado e imigração.

No final da reunião, o porta-voz da actividade, governador da província do  Cuando Cubango, Júlio Bessa, disse que a recomendação será dada a conhecer aos órgãos superiores dos dois países.

Realçou que a ideia é  permitir  aos  actores directos (governadores), já que são eles que estão na linha da frente, a fim de reunirem, pelo menos, semestralmente e a nível bilateral, sempre que as partes entenderem.

Disse que durante o encontro, dentre  várias questões, falaram  do combate à praga de gafanhotos, da transumância, do roubo de gado e dos deslocados angolanos que se encontram na Namíbia.

Segundo Júlio Bessa, apesar de haver empenho dos dois governos no combate à praga de gafanhotos, as partes admitiram haver alguma descoordenação, pois cada um trabalha de forma isolada, quando deveria ter uma estratégia  única, já que nesse combate há sempre risco de violação dos espaços aéreos.

O encontro aconteceu no quadro da 21ª  sessão da Comissão Conjunta de Defesa e Segurança entre a República de Angola e a República de Angola e Namíbia, que partilham uma fronteira de 1.367 quilómetros entre terra e mar.

 

Fontes:Angop