imagem-
16-01-2020 Ministro diz ser urgente pontes definitivas sobre rios Cutembo e Kalualua

O ministro da Construção e Obras Públicas, Manuel Tavares, disse nessa quarta-feira, em Benguela, ser urgente a construção de pontes definitivas sobre os rios Kalualua e Cutembo, na estrada nacional 105, entre Benguela/Huila.

O responsável, que se encontra em Benguela desde terça-feira última para constatar os danos provocados pela chuva a infra-estruturas públicas, disse que o sector tem que trabalhar a nível de projectos, encontrar soluções e recursos para executar as obras.

Segundo o ministro, em caso destas condições serem asseguradas durante o ano em curso, o sector pretende executar essas obras o mais rápido possível.

Manuel Tavares revelou ainda ser preciso projectar e construir pontes definitivas com maior capacidade e uma plataforma adequada para a estrada.

“Nos acabamos de visitar e avaliar o estado de três pontes, sendo a ponte sobre rio de Kalualua, Chongoroi e sobre o Cutembo. Precisamos de intervir imediatamente no Caluaua e no Cutembo”, afirmou o ministro.

Sobre a recomendação de manter o valor histórico das pontes (feitas sem arcos e em pedras), o responsável avançou que “o que se precisa é de ter pontes com maiores capacidades e o sector tem que fazer estudos para o efeito”.

O ministro trabalhou na terça-feira na estrada nacional 100, onde percorreu o troço Barra do Kwanza- Cabo Ledo-Longa, Porto Amboim-Sumbe e Lobito.

A ponte sobre o rio Cutembo, na zona limítrofe entre Benguela e Huila, Estrada Nacional 105, tem dois metros de largura, cerca de oito de comprimento, pode suportar até 80 toneladas, e esteve interrompida quatro vezes em menos de dois anos, devido ao aumento do caudal do rio e de acidentes de viação.

Já a ponte sobre o rio Kalualua, na localidade de Ningui-Ningui, município de Caimbambo, na Estrada Nacional 105, possui 40 metros de comprimento e seis de largura e o desabamento mais recente ocorreu em Novembro último em consequência das chuvas.

Fonte: Angop