imagem-
31-01-2020 Ministra de Estado quer ensino inclusivo

A ministra de Estado para a Área Social, Carolina Cerqueira, defendeu nesta quinta-feira, na cidade do Cuito, província do Bié, a necessidade de se implementar um ensino inclusivo, de forma a diminuir o índice de crianças fora do sistema de ensino.

A governante manifestou esta necessidade à margem da cerimónia de inauguração de uma escola de oito salas de aula do primeiro ciclo, baptizada com o nome de Colégio Comandante 90.

Carolina Cerqueira considera necessária uma educação inclusiva, onde todas as crianças tenham acesso a escola, com uma educação de qualidade, para se reflectir numa Angola nova que se está a construir.

Reiterou a vontade do Executivo angolano em trabalhar na construção e apetrechamento de várias instituições escolares, de forma a diminuir o número de crianças fora do sistema normal de ensino.

Carolina Cerqueira enalteceu a parceria da organização não-governamental Rise Angola, que tem permitido a inserção de várias crianças no sistema de ensino e o alargamento da rede escolar ao nível do país.

A escola inaugurada tem capacidade para mais de mil alunos e foi construída no âmbito da parceria entre o governo e a ONG Rise Angola, numa parceria da Igreja Evangélica dos Irmãos em Angola (IEIA). Custou 101 milhões e 659 mil e 284 Kwanzas.

Dados do sector indicam que, para o presente ano lectivo (2020),  tem em perspectiva receber cerca de dois milhões e quinhentos novos alunos.

Fonte:Angop