imagem-
14-05-2020 Presidente da República constitui Comissão de Reforma da Justiça e do Direito

O Presidente da República, João Manuel Gonçalves Lourenço, constituiu nesta terça-feira, a Comissão de Reforma da Justiça e do Direito (CRJD), coordenada pelo ministro da Justiça e dos Direitos Humanos, Francisco Queiroz.

Segundo a nota de impresna da Casa Civil do Presidente da República,  integram a CRJD Raúl Carlos Vasques Araújo e Carlos Maria da Silva Feijó (professores catedráticos da Universidade Agostinho Neto), bem como Virgílio de Fontes Pereira (professor associado da Universidade Agostinho Neto).

Integram, ainda, a referida comissão individualidades em representação do Tribunal Constitucional, Tribunal Supremo, Tribunal de Contas, da Casa Civil do Presidente da República, da Procuradoria-Geral da República e da Ordem dos Advogados de Angola.

A Comissão de Reforma da Justiça e do Direito tem como atribuições coordenar a estratégia global da Reforma da Justiça e do Direito, no quadro da Reforma do Estado.

A CRJD deverá acompanhar o processo de implementação da nova organização judiciária, assegurando e facilitando a articulação dos diversos programas sectoriais ligados à reforma, bem como dar continuidade e elaborar o processo de criação dos diplomas legais ligados à Reforma da Justiça e do Direito.

Entre as atribuições da Comissão estão o acompanhamento do processo de implementação do modelo tecnológico nos tribunais de jurisdição comum e assegurar a sua harmonização com a organização judiciária e reformas processuais.

A Comissão tem, também, a missão de acompanhar e propor as alterações pertinentes para a implementação do modelo de formação e superação contínua dos operadores judiciais, bem como desenvolver as acções necessárias para garantir a harmonização da Reforma da Justiça e do Direito, no quadro da organização e harmonização do Estado e da Administração da Justiça, em particular.