imagem-
02-06-2020 Presidente da República acredita embaixadores de Portugal e do Egipto

Os novos embaixadores de Portugal e do Egipto foram acreditados esta terça-feira, em Luanda, pelo Presidente da República, João Lourenço, formalizando a actuação dos diplomatas como representantes dos respectivos países junto do Estado angolano.

Em cerimónias separadas, no Palácio Presidencial, João Lourenço acreditou os embaixadores residentes de Portugal, Pedro Maria Santos Pessoa e Costa, e do Egipto, Mohamed Safwat Ramadan Atta.

Em declarações à imprensa, o embaixador Pedro Maria Santos Pessoa e Costa afirmou que Portugal vai continuar a trabalhar com as autoridades angolanas para fortalecer a cooperação bilateral, privilegiando os sectores, político, comercial, económico e empresarial.

A relação diplomática entre Angola e Portugal data de Março de 1976, e vem sendo aprofundada e consolidada com a assinatura de diversos instrumentos jurídicos, para impulsionar o intercâmbio bilateral.

O novo embaixador de Portugal em Angola, licenciado em Direito, já exerceu as mesmas funções no Reino Unido e na Costa Rica.

Portugal é um dos principais parceiros comerciais de Angola, com forte presença de empresas lusas nos sectores da construção, banca, exportação de produtos alimentares e bebidas.

Já Angola é um dos principais investidores em Portugal, com actividades que vão desde a energia às telecomunicações e banca.

Igualmente acreditado esta terça-feira, o novo embaixador do Egipto não prestou declarações à imprensa.

Na "folha de serviço" de Mohamed Safwat Ramadan Atta ressaltam as funções de primeiro-secretário nas embaixadas do seu país acreditadas na África do Sul e na Bolívia.

Angola e o Egipto dispõem de vastas reservas de hidrocarbonetos e recursos hídricos.

 

Fonte: Angop