imagem-
03-08-2020 Reservas nas contas da Sodiam E.P. resultam de transacções anteriores

A Empresa Nacional de Comercialização de Diamantes de Angola (Sodiam) clarificou em comunicado de imprensa que as reservas de auditoria reportadas no Relatório e Contas de 2019 apresentadas ao IGAPE resultam de transacções ocorridas antes da entrada em funções da actual administração.

No comunicado divulgado hoje, a Sodiam, transformada em empresa pública em 2017, pelo Decreto Presidencial nº 153/17 de 04 de Julho, manteve os registos da SODIAM SA, nos quais se destacavam transacções realizadas ao abrigo da participação societária que incluía a Endiama (99%) e o ISEP (1%).

Explica que os relatos financeiros deveriam ter sido ajustados contabilisticamente e registados de acordo com o novo estatuto das duas empresas públicas, obedecendo à Lei das Sociedades Comerciais e à Lei de Bases do Sector Empresarial Público, uma vez que passaram a ser empresas distintas com personalidade jurídica própria e autonomia financeira.

Refere que durante o exercício de 2019 foi contratado o serviço especializado de consultoria financeira da DeloiteE, para procederá reconciliação independente dos valores abertos existentes nos registos de ambas as empresas.

Foi realizado o levantamento contabilístico e foram identificadas todas as transacções pendentes nos registos de cada uma das empresas, para a devida decisão administrativo-financeira, tendo em conta que tais transacções haviam sido realizadas até Julho de 2017, período anterior à entrada em funções da actual administração da SODIAM E.P.

O relatório de consultoria financeira apresenta, no seu conjunto de saldos, uma posição credora para a SODIAM E.P., que teve a iniciativa da referida reconciliação e tem manifestado disponibilidade de resolução destes eventos do passado, com o objectivo de eliminar do seu relatório e contas uma das reservas recorrentes de auditoria externa.

A SODIAM E.P. tem estado fortemente empenhada na eliminação das reservas de auditoria externa, relacionadas com eventos do passado, admitindo assim que a decisão associada à reconciliação de saldos entre as duas empresas esteja reflectida no fecho de contas dos próximos exercícios económicos com aprovação do IGAPE.

 Sobre a SODIAM

A SODIAM é a empresa estatal responsável pelo controlo e supervisão de compra, venda e exportação/importação de diamantes em Angola.

Das suas funções destacam-se as seguintes: canal único de comercialização de diamantes, órgão público de comercialização de diamantes, gestor da reserva estratégica do Estado, comprador e revendedor de 15 a 20% da quota de produção autorizada, comprador e revendedor exclusivo de diamantes brutos de origem e exploração semi-industrial/cooperativas mineiras.

 

 

Fonte:Angop