imagem-
13-08-2020 LEA deve resgatar papel de excelência

O Laboratório de Engenharia de Angola (LEA), no âmbito do programa de construção de infra-estruturas com qualidade, deve resgatar o seu papel de excelência, declarou hoje o ministro das Obras Públicas e Ordenamento do Território, Manuel Tavares de Almeida.

"Um país só se desenvolve com infra-estrutura, e para garantir a qualidade dessas infra-estruturas o país, como em qualquer outra parte do mundo, tem que contar com um laboratório apetrechado", sublinhou o governante na cerimónia de tomada de posse de novos directores do sector.

Manuel Tavares de Almeida considerou que o sector que dirige deve liderar este processo e não esperar que outros venham dizer o que fazer.

Atento a esses desafios, informou que o ministério está em fase de aquisição de novos equipamentos, daí ter recomendado que se comece a pensar no processo de sustentabilidade do laboratório, introduzindo normas que deverão ser aprovadas.

Noutra vertente, ligada a habilitação, referiu que o Instituto Nacional de Habitação, tendo em conta o facto de existir um forte pendor social nas políticas do Executivo, em função das enormes dificuldades de alguns cidadãos, deve procurar cada vez mais atribuir de forma justa as habitações às populações.

"Deveremos prever o estabelecimento de parcerias público-privadas para melhor gerir os vários empreendimentos habitacionais, bem como a atribuição gratuita de habitação, como um dos regimes de aquisição, às populações mais carenciadas, por via de programas específicos”, disse.

Na cerimónia, tomaram posse Fernando Alcino Borges Bonito como director-geral do Laboratório de Engenharia de Angola (LEA), enquanto António José da Silva Neto como director do Instituto Nacional de Habitação.

Para o Gabinete do Ministro das Obras Públicas e Ordenamento do Território tomaram posse Joaquim Manuel Camilo Saturnino de Sousa Oliveira, como director adjunto, e Eurypedes Baptista Teodoro como consultor do mesmo gabinete.

Na ocasião, o titular solicitou empenho e espírito de equipa aos novos empossados e enfatizou que todos devem perseguir o espírito da excelência nas missões incumbidas.

 

 

Fonte: Angop