imagem-
04-09-2020 Primeira-dama entrega bens ao Hospital Geral de Luanda

O Gabinete da Primeira-dama da República, Ana Dias Lourenço, entregou, esta quinta-feira, bens diversos à Unidade de Pediatria do Hospital Geral de Luanda.

A doação é composta por 1.120 pacotes de fraldas, 2.880 kits de higiene oral, 280 caixas de fraldas, 25 caixas de toalhitas, 80 caixas de produtos de higiene pessoal diversos (sabonetes, gel de banho, loções, óleos, cremes e água de colónia), 36 caixas de papas e 12 caixas de leite em saquetas nido.

Em nota enviada à Imprensa, o gabinete avança que estes bens resultam de uma parceria estabelecida com as empresas Emaxicom,  S.I.C.I.E e Nuvibrands, no âmbito da plataforma “Roda do Amor”.

Ainda esta quinta-feira, o Gabinete da Primeira-dama recebeu, também, uma doação de caixas de leite e de papas, numa oferta da Nestlé Angola.

Em mensagem dirigida à Unidade de Saúde, Ana Dias Lourenço expressou a sua solidariedade e saudação amorosa às crianças internadas no Hospital Geral de Luanda.

“Reitero o meu compromisso de contribuir, apoiar a área de pediatria, na esperança de que a contribuição da Roda do Amor ajude a minimizar o desconforto do internamento, fazendo votos de rápida recuperação”, lê-se na mensagem.

Agradeceu a direcção e aos profissionais de saúde das distintas áreas e serviços da referida unidade hospitalar, pelo empenho, bondade e a humanização dos cuidados prestados às crianças.

Ana Dias Lourenço aproveitou para encorajar toda classe de profissionais de saúde do país a serem fortes e manterem o ânimo no combate à Covid-19, manifestando fé de que “em breve estaremos de volta ao nosso normal”.

A equipa da marca L’Enfance (Nuvibrands) fez uma demonstração da utilização dos seus produtos à equipa de enfermagem da Unidade de Pediatria do Hospital Geral de Luanda.

Associando-se ao esforço do Governo para a promoção da igualdade e equidade nos direitos das crianças angolanas, Ana Dias Lourenço lançou, em 2017, a plataforma “Roda do Amor”, uma iniciativa direccionada às crianças na 1ª infância.

A plataforma pretende ser um modelo de aprendizagem e promoção de valores/princípios sociais fundamentais, que servirão às crianças e à Nação.

 

Fonte:Angop