imagem-
08-09-2020 Ministro destaca cooperação entre Angola e Índia

O ministro das Relações Exteriores, Téte António, considerou hoje, segunda-feira, em Luanda, excelentes as relações de cooperação entre Angola e a Índia, nos mais variados domínios.

Ao falar no final da primeira Reunião da Comissão Mista Bilateral Angola – Índia, por vídeo-conferência, o governante afirmou à imprensa, que o acto testemunha a importância que os governos dos dois países conferem as boas relações de amizade e cooperação existentes.

“É com bastante honra que, em nome do Governo da República de Angola, participamos na primeira Reunião da Comissão Conjunta Angola-Índia, chefiando uma delegação composta por ilustres colegas membros do Executivo Angola, bem como representantes vários outros departamentos ministeriais”, disse.

Acrescentou que, a este respeito, queremos aqui referir as palavras do Presidente da República, João Manuel Gonçalves Lourenço, aquando do seu discurso de tomada de posse, onde elegeu a Índia como um dos parceiros importantes e privilegiados a quem Angola deverá dar primazia no âmbito do aprofundamento e reforço da cooperação nos mais variados domínios, como a educação, saúde, agricultura e pecuária, ciências e tecnologias, entre outros não menos importantes.

Adiantou, assim, estamos certos de que esta reunião virtual, contribuirá perfeitamente para o reforço e consolidação da cooperação nas vertentes político-diplomático, económico, comercial e cultural, bem como para lançar os alicerces para uma parceria estratégica entre os nossos dois países, tornando as nossas relações mais dinâmicas e eficaz.

“Gostaríamos ainda de convidar os homens de negócios indianos a aproveitarem as actuais oportunidades de negócios que Angola oferece, investimentos nas diversas áreas como a agricultura, indústria, agro-indústria, recursos minerais e outros. É necessário que as partes continuem a trabalhar afincadamente para a criação e estabelecimento de um mecanismo de cooperação. Por isso, afigura-se urgente a assinatura dos seguintes acordos de cooperação”, frisou.

Acordo de cooperação no domínio da saúde, sobre supressão de vistos em passaportes diplomáticos e de serviço, memorando de entendimento entre os institutos diplomáticos da Índia e Angola.

Relativamente aos assuntos prevalecentes, designadamente os acordos em que os dois Estados manifestaram o mútuo interesse em assinar no ano de 2018, garantindo deste modo, o reforço da cooperação bilateral, por forma a tornar cada vez mais profícuos.

Ao terminar, auguramos que este encontro cumpra com os objectivos traçados por ambas as delegações e que venham, no futuro melhorar a qualidade de vida das populações dos nossos países.

Da outra parte, também usou da palavra, o homologo indiano Subrahmanyam Jaishankar, ministro dos negócios estrangeiros. As delegações ministeriais nacional, que também contaram com a presença do titular da Saúde, Sílvia Lutucuta, e Agricultura e Pescas, António Francisco de Assis, passaram em revista, o quadro geral da cooperação entre os dois países e governos.

Angola e Índia perspectivam o crescimento do comércio e do investimento, bem como as trocas comerciais que conheceram um impulso renovado, após o encontro entre o Presidente João Lourenço e o primeiro-ministro Narenda Modi, em Julho de 2018, à margem da cimeira dos BRICS. A Índia oferece anualmente várias bolsas de estudo para cursos de pós-graduação e outras vagas no âmbito do programa de cooperação técnica e económica.

As relações entre Angola e Índia datam de 1761 (época da colonização portuguesa), altura em que algumas regiões da Índia (Goa, Damão e Dio) eram consideradas, tal como Angola territórios portugueses. Os dois países estabeleceram relações diplomáticas no dia 2 de Julho de 1979.

 

Fonte:Angop