imagem-
20-10-2020 Covid-19: Governo anuncia preços dos testes

O Governo angolano tornará pública, ainda nesta segunda-feira, a tabela de preços dos testes comparticipados de Covid-19, requisitados por particulares, anunciou, em Luanda, o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda.

Ao abrigo do Decreto Presidencial n.º 256/20, de 8 de Outubro, Sobre a Situação de Calamidade Pública, o Estado deixa de suportar a totalidade dos custos dos testes para as viagens a título individual e para as pessoas que pretendem saber do seu estado.

No âmbito das novas medidas contidas neste instrumento jurídico, que vai vigorar até 07 de Novembro, o Governo angolano criou dois regimes de testagem, por iniciativa própria (comparticipados) e por iniciativa das autoridades de saúde (gratuitos).

Os preços dos testes para particulares será anunciado através de um Despacho Conjunto dos ministérios da Saúde e das Finanças, de acordo com Franco Mufinda, que falava no acto de abertura de uma formação pós média para profissionais do sector.

Conforme declarações recentes da ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, além de Luanda Medical Center, outras unidades como as clínicas da Endiama e Girassol, o Hospital Militar e instituições públicas estão habilitadas para fazer o teste RT-PCR.

Noutro domínio, o secretário de Estado para a Saúde Pública reiterou o apelo à sociedade para a observância escrupulosa das medidas de biossegurança.

Franco Mufinda lembrou que a proibição do ajuntamento de pessoas em festas e praias estão proibidos ao abrigo do Decreto Presidencial sobre a Situação de Calamidade Pública, lamentando o facto de vários cidadãos estarem a frequentar estes locais.

Desaconselhou os ajuntamentos públicos, sustentando que a desobediência poderá aumentar o número de casos e de morte pela pandemia no país.

Até às últimas 24 horas, o país contabilizou 7.622 casos positivos de Covid-19, com 247 óbitos, 3.030 recuperados e 4.345 activos. Dos activos, nove estão em estado crítico, com ventilação mecânica invasiva, 20 graves e 101 moderados, enquanto que 411 apresentam sintomas leves e 3.804 estão assintomáticos. Sob cuidados médicos, nos centros de tratamento do país, estão 592 doentes.  

 

Fonte:Angop