imagem-
28-10-2020 Igreja reconhece prejuízos da Covid-19

O arcebispo de Luanda, Dom Filomeno Vieira Dias, reconheceu, nesta terça-feira, que a Covid-19 veio dificultar a implementação dos projectos de desenvolvimento gizados pelo Executivo angolano.

“Existe vontade firme de levá-los adiante, mas, por outro lado, deparamos com estás contingências imprevisíveis que interferem e fragilizam todos os esforços que o executivo pretende desenvolver nesta direcção”, afirmou o arcebispo à saída de uma audiência com o Presidente da República, João Lourenço.

Em sua opinião, há intenção de criação de mais empregos, melhor atenção à saúde e educação, realçando a convicção do Governo em concentrar esforços para o bem-estar dos cidadãos.

Apelo aos políticos

Noutra parte da sua alocução, o prelado apelou aos dirigentes dos partidos políticos a primarem pela unidade e não por divisões.

“Temos de dar todas as mãos, unir os nossos recursos materiais, intelectuais, técnicos e colocarmos todos estes meios ao serviço do desenvolvimento da nação, sobretudo nesta situação da pandemia”, exprimiu.

Nesta perspectiva, lembrou aos políticos a necessidade de  manterem uma atitude de responsabilidade nacional para se ultrapassar e superar o momento actual.

“Acredito que vamos superar. Já vivemos momentos mais difíceis, quer a nível económico, quer social durante o período de guerra”, concluiu.

 

Fonte:Angop