imagem-
09-02-2021 Plano de escoamento de produção ganha força

O Ministério da Indústria e Comércio procedeu ao lançamento do Comité de Pilotagem do Plano de Apoio aos Agentes Comerciais Agregadores, órgão responsável pelo transporte rodoviário de mercadorias do comércio, no âmbito do Programa Integrado de Desenvolvimento do Comércio Rural (PIDCR).

A cerimónia de lançamento foi presidida pelo ministro Victor Fernandes, que também é o coordenador do programa.
O Comité de Pilotagem do Projecto foi criado por Decreto Presidencial nº 19/20, de 20 de Janeiro, e é responsável pela definição da estratégia e da supervisão do Plano de Apoio aos Operadores de Transporte Multissectorial (OTM), que deve ser operacionalizado por uma Unidade Técnica de Gestão.

A reunião que marcou o arranque do grupo de trabalho multissectorial contou igualmente com a participação dos ministros da Economia e Planeamento, Sérgio Santos, da Agricultura e Pescas, António Francisco de Assis e do secretário de Estado para os Transportes Terrestres, Jorge Bengue, em representação do ministro Ricardo de Abreu, como integrantes do CPP.

Recentemente o Executivo anunciou o plano de aquisição de 500 viaturas que irão reforçar a capacidade de transporte de mercadorias do campo para as zonas de consumo e permitir o escoamento e a comercialização dos produtos da agro-pecuária e da agro-indústria, com vista à materialização da medida nº 4, do Plano de Acção do PIDCR.

Deste modo, foram apresentados em reunião o cronograma e as regras para a organização, operacionalização, e funcionamento dos grupos técnicos de trabalho, bem como as regras para a aquisição e gestão dos meios de transporte rodoviários de mercadorias.

Segundo o director nacional de Desenvolvimento do Comércio Rural, Joaquim Pipa, serão beneficiários do plano, em primeira instância, os agentes comerciais agregadores que já operam no segmento de transporte de mercadorias, desde que reúnam as condições que virem a constar do concurso público a ser aberto em breve.

Trata-se de uma equipa multissectorial que irá trabalhar na materialização do projecto em causa sob coordenação do Ministério da Indústria e Comércio, em parceria com o Ministério da Economia e Planeamento, dos Transportes, da Agricultura e Pescas e com uma envolvência directa dos governos provinciais.

Além dos titulares dos departamentos ministeriais, a reunião contou igualmente com a participação do secretário de Estado da Agricultura e Pecuária, João Cunha, dos Presidentes dos Conselhos de Administração do Instituto Nacional de Apoio às Micro Pequenas e Médias Empresas (INAPEM), Arnito Agostinho e do Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA), António Sozinho.

O OTM fornece uma plataforma única para as empresas gerirem todas as actividades de transporte nas suas cadeias de suprimentos. Permite que as empresas minimizem os custos, optimizem os níveis de serviço e criem automação dos processos de negócios flexível nas suas redes de transporte e logística.

 

Fonte:JA