imagem-
15-03-2021 ANGOLA TELECOM aposta na melhoria dos serviços de Internet

A Angola Telecom vai implementar, a partir de Setembro deste ano, um programa de expansão da rede de internet ao domicílio, a nível da cidade de Ndalatando, capital do Cuanza Norte, no quadro das estratégias do Governo de inclusão digital dos cidadãos, anunciou o ministro Manuel Homem.

Em declarações à imprensa, no quadro de uma visita de 48 horas ao Cuanza Norte, o titular do sector das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social explicou  que a referida iniciativa visa responder reclamações dos utentes no que se refere ao volume de oferta e qualidade do sinal de internet a nível da província.

Em relação ao sector da rádio, referiu que a província vai contar com um novo sistema de expansão do sinal da Rádio Nacional de Angola, para permitir a audição, com maior qualidade, o sinal local e nas províncias vizinhas do Huambo, Malanje, Bié, Uige e Cuanza Sul.

Quanto aos serviços do Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INAMET), o ministro anunciou, igualmente, a instalação, no Cuanza Norte, de cinco novas estações meteorológicas e a construção de uma estrutura técnica de apoio, que, além da cobertura local, vai ainda auxiliar as províncias de Malanje, Lundas Norte e Sul.

Manuel Homem esclareceu, na ocasião, que as estações meteorológicas a serem criadas terão a missão principal de auxiliar o sector da agricultura, controlos sísmicos e fornecer informações pontuais sobre a situação climatológica das províncias abrangidas, sobretudo no sector da agricultura.

Relativamente aos Correios e Telecomunicações, reconheceu existir um grande défice dos serviços, mas assegurou estarem a ser adoptadas soluções para um melhor atendimento das necessidades dos clientes, sobretudo no que concerne aos serviços de transporte de cargas.

Na sua visita ao Cuanza Norte, Manuel Homem fez-se acompanhar de uma vasta delegação do seu pelouro e dos presidentes dos Conselhos de Administração da ANGOP, Rádio Nacional de Angola (RNA), Televisão Pública de Angola (TPA), Angola Telecom e dos Correios e das Telecomunicações.

Nesta província do Norte de Angola, o ministro inteirou-se do funcionamento dos órgãos locais do sector que dirige aonde deixou alguns equipamentos informáticos e garantiu a resolução de alguns problemas pontuais que os mesmos enfermam.

 

Fonte:Angop